DROGAS

Droga é vocação, necessidade temperamental. E há tantas à venda, legalmente, de álcool a pílulas, que é ridículo proibir as outras. Olha, há gente que se destrói com drogas, mas tanto faz que sejam legais ou ilegais. Há gente que toma drogas uma vez ou outra, sem qualquer efeito maior. E há quem não goste. (FOLHA DE SÃO PAULO, 2/8/86) 

Tomei todas as drogas, nunca me viciei em nenhuma e todas me deram o maior barato. Nunca senti vontade de atrelar minha vida a uma substância, por uma falsa euforia. (FSP, 13/8/89)

 

BOB DYLAN

“O Guardian” comparou Dylan nos anos 60 a Mozart. WAAAAAL, bebe-se à beça no almoço na Inglaterra, e é à tarde que se escrevem editoriais em todo o mundo.

 

EDUCAÇÃO

Devemos ser humilhados publicamente no colégio, em nossas fraquezas. É só assim que nos fortalecemos para enfrentar as possíveis humilhações sérias da vida. Nos colégios onde estive, os bobos eram tratados de maneira grosseiríssima e jocosa pelos mais inteligentes. Não tira pedaço. Personalidades são forjadas neste tipo de fornalha, e não em fingir que a vida é um constante fuga do que nos aflige. (O ESTADO DE SÃO PAULO, 2/12/93)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s