Um grande filme nos marca pela afeição, quando como Vivien Leigh não quer ser mais enfermeira, em “… E o vento levou” e sai na praça cheia de mortos e feridos do Sul confederado. 

Imagem

 

Ou quando Judy Garland, com Totó, seu cachorrinho, sai do tufão no que não sabe ser a Terra de Oz e diz “Isso não é Kansas, Totó”.

Essas tomadas nos habitam a alma enquanto vivemos. 

Paulo Francis, O Estado de São Paulo, 28/03/91

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s